À descoberta de Planetas Extrassolares | Ciência Viva

Agrupamento de Escolas do Concelho de Caminha
0
50

No âmbito da iniciativa da Ciência Viva, O Espaço vai à Escola, decorreu, a 5 de novembro a Palestra “À descoberta de Planetas Extrassolares”, da responsabilidade do Investigador Sérgio Sousa.

Dada a situação de pandemia vivida, esta palestra foi realizada em videoconferência, fazendo uso de plataforma de comunicação online.

Depois de uma primeira sessão realizada na escola sede do agrupamento, em Caminha, dirigida aos alunos do 12ºA, coube agora aos alunos do 10ºA VPA, da Escola Básica e Secundária do Vale do Âncora a participação nesta Palestra, subordinada ao tema dos exoplanetas.

Sérgio Sousa é Investigador da FCT no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço do CAUP – Universidade do Porto. Aos alunos do agrupamento trouxe informação, numa linguagem próxima, e partilha de experiências. Iniciando com os métodos de deteção de exoplanetas, que já possibilitaram a descoberta de mais de 4000 planetas para lá dos confins do nosso Sistema Solar, aguardando-se ainda a confirmação de mais cerca de 2000, o investigador explorou casos particulares de alguns planetas (Kepler 16b, Kepler 452b, Wasp 76b e Wasp 189b), deixando o registo da dimensão do Universo e das limitações ao seu conhecimento. Mas igualmente testemunhou o avanço no estudo e particularmente a participação portuguesa em projetos e realizações que nos honram. O próprio investigador Sérgio Sousa, é parte do estudo que envolve o telescópio espacial CHEOPS, um dos responsáveis pelo desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento sobre estes planetas longínquos.

Na conversa com os alunos foi ainda abordada a probabilidade de existência de vida noutras paragens do firmamento, sendo enfatizada a existência de seres em condições adversas no Planeta Terra, como os termófilos, para estimular o pensamento crítico de cada um sobre a matéria.

O acolhimento desta iniciativa no agrupamento de escolas foi gerido pelos docentes Agostinho Oliveira, em Caminha, e Joaquim Celestino Ribeiro, em Vila Praia de Âncora, contribuindo desta forma para o enriquecimento da cultura científica dos alunos e valorizando a ação pedagógica da escola, dando nota da importância dos saberes e da investigação em ciência.

JCR| GabCom AESP