APROVADO PROJETO PARA INVESTIMENTO DE CERCA DE DOIS MILHÕES DE EUROS NA EDUCAÇÃO EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

O investimento candidatado é de 1 953 368,74 €, a que se soma o IVA à taxa em vigor.
0
294

A empreitada de ampliação da Escola Básica e Secundária de Vila Praia de Âncora e Espaços de Integração para o Ensino Articulado vai custar mais de 1,9 milhões de euros, valor a que ainda acresce IVA. O projeto foi aprovado em reunião do Executivo de dia 16 de dezembro e fica assim ratificada a decisão do presidente da Câmara Miguel Alves, tomada no final da última semana, a tempo de garantir a submissão do investimento a fundos comunitários e após negociação com a DGESTE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, que permitiu mesmo levar mais longe o projeto inicial.

Na prática, estamos a falar da construção da Escola Básica de Vila Praia de Âncora e da sede da Academia de Música Fernandes Fão. Dá-se assim cumprimento a um velho anseio da população, que desta forma terá não só um equipamento específico para as crianças do primeiro ciclo do ensino básico, mas ainda uma escola de música para ensino articulado.

Depois da decisão política, garantida pelo ministro da Educação, o trabalho desenvolvido com a DGESTE, um serviço central de administração direta do Estado dotado de autonomia administrativa, decorreu até ao final da última semana, com sucesso. Traduziu-se em alguns ajustes ao plano inicial e numa importante mais-valia, que significa também um acréscimo ao investimento, conforme explicou ontem o vice-presidente, Guilherme Lagido. Ao quantitativo estimado, cerca de 1,8 milhões, acresce agora um valor um pouco superior aos cem mil euros, que permitirá remover por completo o resto de fibrocimento que ainda existe na cobertura. No total, o investimento candidatado é de 1 953 368,74 €, a que se soma o IVA à taxa em vigor.  

A obra terá impacto no restante edificado, libertando espaços e melhorando condições de toda a comunidade escolar. “É o tempo do futuro e é nisso que estamos a trabalhar, garantindo aqui um investimento da ordem dos dois milhões de euros”, diz Miguel Alves, recordando que isto acontece numa altura em que já está no terreno outro grande investimento na Educação, em Caminha, superando-se, em conjunto, largamente, os cinco milhões de euros.

Recorde-se, também, que o financiamento das obras em Vila Praia de Âncora está devidamente enquadrado nos mapas de investimento para a CIM Alto Minho e o passo seguinte será o aval final por parte da autoridade de gestão dos fundos comunitários, para que se possa proceder ao lançamento do concurso de empreitada.

Com esta obra consolida-se uma nova centralidade em Vila Praia de Âncora, nomeadamente em termos de Educação, valências sociais, equipamentos desportivos e outros, tudo junto num espaço urbano renovado e qualificado.

As previsões apontam para que a obra da Escola Básica de Vila Praia de Âncora possa começar no início do próximo ano letivo. Com ela, a sede da Academia de Música Fernandes Fão, que será construída ao mesmo tempo que a Escola Básica, com total autonomia de funções e de espaços, partilhando auditório e zona envolvente.