BENEFICIAÇÃO DA EN 301 CONTINUA ATÉ AOS LIMITES DO CONCELHO

E O TROÇO INTERVENCIONADO VAI TER ILUMINAÇÃO LED
0
39

A beneficiação da EN 301, que liga Caminha a Vilar de Mouros vai continuar. O troço, alvo recente de um investimento superior aos 600 mil euros, vai ter uma nova iluminação, com tecnologia LED. Mas as novidades não ficam por aqui: a ligação desde o Nó da 28 até aos limites do concelho também vai ser requalificada. As boas notícias foram conhecidas sábado, 1 de junho, durante a cerimónia de inauguração da obra, que contou com a participação do secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado.

“Hoje, com este investimento virtuoso que juntou várias partes, temos mais duas boas notícias”, sublinhou o presidente da Câmara. A primeira – continuou Miguel Alves – “foi a que nos trouxe o senhor secretário de Estado: vai ser beneficiado todo o troço desta estrada (EN 301), que vai desde o Nó da A28 até aos limites do concelho, ou seja, vamos completar a beneficiação da EN 301 desde Caminha, não só até ao Nó de Vilar de Mouros, mas até aos limites do concelho e é bom saber que toda a papelada, todas as formalidades avançam ainda este verão”.

A segunda “boa notícia” resulta da negociação entre a Câmara e a EDP e ficou assegurada na passada semana, durante uma reunião que juntou Miguel Alves e os responsáveis da empresa. “Vamos alterar toda a tecnologia de iluminação da EN 301, desde Caminha a Vilar de Mouros. Até ao final de julho estará tudo em tecnologia LED. Estamos a falar de cerca de 200 luminárias. Vamos ter melhor iluminação, num investimento de cerca de 15 mil euros”, explicou Miguel Alves.

Recorde-se que a empreitada “EN 301 (kmo+50) e Lig. Ao IC1/A28 Beneficiação.IPV2018”, inaugurada sábado, englobou trabalhos pavimentação, reposição e reforço da sinalização horizontal e intervenções de correção do sistema de drenagem da via, com o objetivo de melhorar o desempenho funcional e prolongar o tempo de vida útil do pavimento, mantendo as caraterísticas geométricas da via e restringindo os trabalhos de pavimentação à plataforma existente. 

Esta intervenção incidiu também ao nível da drenagem longitudinal e transversal, assegurando melhorias de funcionamento da drenagem, quer interna quer superficial. Os trabalhos ainda incluíram a marcação rodoviária das vias, de modo a garantir a circulação com o máximo de fluidez e segurança.

O investimento global ultrapassou os 600 mil euros, traduzindo a conjugação de esforços, a vários níveis, entre Câmara, juntas de freguesia, empresas Infraestruturas de Portugal (IP) e Águas do Norte e Governo. Era uma “obra esperada há muito tempo. Desde a abertura da A28 e a criação deste Nó que estava tudo igual e não correspondia às necessidades”, frisou o presidente da Câmara.

O secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, ele próprio minhoto, mostrou-se bastante agradado pela obra realizada, que considerou “imprescindível”, e declarou-se disponível para trabalhar no sentido de que mais ainda possa ser feito. Para Jorge Delgado, essa é precisamente a função do Governo. “Temos aqui autarcas muito dinâmicos e a nossa função enquanto Governo é apoiar esta dinâmica, que ajuda a captar ainda mais gente e a fixar a população”