Botija de gás a 22 euros no máximo, durante o estado de emergência, diz o Governo

0
408

Botija de gás para as famílias não pode custar mais de 22 euros, decidiu o governo, mais concretamente os ministérios do Ambiente e da Ação Climática e da Economia.
Foi estabelecido um regime excecional de fixação de preços de gás engarrafado enquanto durar o estado de emergência no país.

A medida é justificada com a necessidade de travar o “aumento da margem de comercialização praticada pelos operadores retalhistas, em contraciclo com a evolução dos preços dos derivados nos mercados internacionais”.

Os preços máximos fixados administrativamente e resultantes da aplicação deste despacho, que vai vigorar durante o mês de abril, são:

  • 22 euros para a garrafa de 13kg de GPL Butano (tipologia T3) – 1,692 €/kg;
  • 22,24 euros para a garrafa de 11kg de GPL Propano (tipologia T3) – 2,022 €/kg;
  • 81,05 euros para a garrafa de 45kg de GPL Propano (tipologia T5) – 1,801 €/kg.

Tagsgas