Conferência internacional sobre energias renováveis offshore que reúne empresários, entidades e Ministérios

Viana do Castelo
0
119

Viana do Castelo promove, a 23 de julho, uma conferência internacional sobre as energias renováveis offshore e os novos desafios da descarbonização, que contará com a participação de empresários, entidades e dos Ministérios do Ambiente, Economia e Ciência. A conferência “Energias Renováveis Offshore” acontece esta sexta-feira, a partir das 9h00, no Hotel Flôr de Sal.

Neste encontro terão também assento os presidentes da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte), no enquadramento das estratégias nacionais e regionais de energia e de desenvolvimento regional. Marcará também presença o presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, António Costa e Silva.

Recorde-se que o concelho de Viana do Castelo está a posicionar-se através da sua atratividade de novos investimentos estratégicos no domínio das energias renováveis oceânicas com o objetivo maior de ser uma cidade neutra até 2027, contribuindo desta forma para as ambiciosas metas do país e da União Europeia.

O grande potencial de produção de energias renováveis oceânicas que o concelho de Viana do Castelo dispõe na sua costa atlântica tem motivado grande interesse de várias empresas nacionais e internacionais do setor da energia. O desenvolvimento de um forte Cluster de Energias Offshore em Portugal, energia eólica e energia das ondas, já iniciado em Viana do Castelo com o projeto Windfloat, tem também mobilizado as Universidades e Institutos Politécnicos nacionais para a instalação de um Centro Internacional de Testes de Energias Offshore, associado a um Centro de Inovação e Desenvolvimento.

Recentemente, iniciou também em Viana do Castelo o projeto europeu “Atlantic Project”, projeto de desenvolvimento de Robótica Submarina para monitorização e tratamento de indústrias offshore, sob a coordenação europeia do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), que envolve um grande consórcio de universidades e centros de investigação europeus.

Estes projetos de desenvolvimento e investigação estão a ser acompanhados pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, que estão a analisar, conjuntamente com o sistema científico, a possibilidade da instalação de um Centro de Inovação e Desenvolvimento de Energias Renováveis Oceânicas.

O Município de Viana do Castelo tem tido várias manifestações de interesse de diversas empresas interessadas em investir em novos projetos offshore, que se traduziriam em investimentos diretos na ordem dos 1.000 milhões de euros, com forte componente de empregabilidade nas indústrias metalomecânicas e navais, envolvendo a construção ou fretamento de embarcações de apoio e manutenção das futuras plataformas em offshore.

Por isso, de acordo com o Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, “esta conferência poderá, através da presença de conceituados oradores nos diversos painéis temáticos, ajudar a identificar os novos projetos de investimento que estão a ser preparados não só nas áreas da produção de energia como em sistemas tecnológicos e científicos”.