DAC “SEM/CEM PONTAS SOLTAS”

0
307

No âmbito do Domínio da Autonomia Curricular (DAC) a turma A do 10º ano da escola sede do Agrupamento de Escolas do concelho de Caminha, está a desenvolver o projeto “Sem/Cem Pontas Soltas”.

Versado na problemática dos filtros de cigarro, identificados como um dos principais focos de poluição e de agressão à vida marinha, o projeto integra várias ações que se consolidam no trabalho interdisciplinar.

Da matemática às ciências experimentais, da língua portuguesa à estrangeira, da educação física à filosofia, o contributo de todos é acolhido neste projeto em harmonia com a cidadania ativa, informada e consciente.

Com forte dinamismo, a ação transversal deste grupo de alunos esteve esta semana em trabalho de campo, complementado por ações de desenvolvimento em espaço escolar.

A vila de Caminha contou com a presença destes alunos na recolha de “beatas” de cigarro, lançadas ao chão, numa mobilização que despertou curiosidade popular e que serviu de alerta para o problema gerado por este ato comum mas com impactos severos no ambiente.

Já em espaço escolar, o trabalho desenvolvido coube ao domínio curricular disciplinar da matemática, tudo para que “cem pontas soltas” deixem a comunidade “sem pontas soltas”.

Com muitas ações previstas, é de esperar que este grupo inicie uma mudança de atitude na comunidade, pugnando, desta forma, por um município mais cuidado, mas acima de tudo, mais capaz de diminuir o impacto que tem, de forma direta, a libertação de filtros no ambiente, e de forma indireta no próprio ser humano.

Recorde-se que nos filtros são retidas partículas e substâncias com enorme potencial poluente de elevada toxicidade, como arsénio, chumbo e nicotina, libertados, por diluição, em meio aquático e incorporados na cadeia trófica, podendo mesmo chegar ao ser humano, fechando assim o ciclo.

Esta é uma matéria sobre a qual vale a pena refletir, muito para além do que já obriga a própria determinação legal que propõe uma ação punitiva sobre todos os que atiram as famosas “beatas” para qualquer sarjeta, passeio ou estrada.

JCR | GabCom