Ecovia do Camarido em fase de conclusão

Obra que privilegia a segurança dos utilizadores vai custar mais de 136 mil euros
0
161

A Câmara de Caminha está a terminar a obra de prolongamento, para sul, da ecovia do Camarido, criando um atravessamento seguro na N13 através da colocação de passadeira e instalação de tecnologia adequada. Esta empreitada que qualifica a Mata Nacional do Camarido e valoriza a União de Freguesias de Moledo e Cristelo está orçada em 136.850,00€ + IVA. O vereador Rui Lages esteve no local para acompanhar o desenrolar da obra.

O troço em causa da Ecovia Caminha-Âncora visa melhorar as condições e aumentar a segurança de pessoas dada a elevada frequência de utilização anual, como se verifica no PDM de Caminha em vigor, classificado como “Caminho de Santiago”, eliminando esta forma de pontos de acumulação de acidentes que envolvem peões e ciclistas.

Dos trabalhos fazem parte: execução de passadeiras inteligentes privilegiando o percurso e acesso pedonal; execução de passeios; ligação pedonal e ciclável entre Caminha/Moledo e Cristelo/Moledo; sistematização, redistribuição e renovação e colocação do mobiliário urbano. A obra está em fase de conclusão, faltando apenas autorização das Infraestruturas de Portugal para intervir na passadeira que fará a ligação de nascente a poente.