EDP VILAR DE MOUROS INTEGRA MOVIMENTO INÉDITO EM PROL DO AMBIENTE E DA SUSTENTABILIDADE

Declaração de atitudes – DeclareAção - foi hoje apresentada e tem caráter prático
0
118

O presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, participou hoje, em Lisboa, numa iniciativa conjunta que uniu os promotores nacionais dos maiores festivais de música, espetáculos e eventos, no âmbito da qual foi apresentada uma declaração de atitudes que visa consciencializar e mudar comportamentos em matéria de ambiente e sustentabilidade. A “DeclareAção” surge de um movimento cívico inédito que vai desafiar os portugueses a agir e começa de imediato, em prol de uma sociedade mais justa e equilibrada, utilizando as plataformas digitais e o seu potencial mobilizador como principal canal de convocação.

A inspiração foi o “Lisboa Capital Verde Europeia”, que distingue a capital portuguesa e que este ano se assinala com muitas atividades, debates e conversas. O mote é “evoluir” e o EDP Vilar de Mouros associa-se ao movimento que irá mobilizar jovens de todo o país para definir ações que façam do mundo um lugar melhor.

A “DeclareAção” é diferente das que estamos habituados – é a primeira declaração em que, para “assinar”, é preciso agir. As 15 entidades que estão na base deste movimento, irão “desafiar jovens lideranças de todo o país para um workshop do qual resultarão 17 atitudes. Essas atitudes, baseadas nos ODS da ONU (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), focar-se-ão em áreas tão distintas como as alterações climáticas, a diversidade, a inclusão social, o desenvolvimento económico, a reciclagem, entre outras, cumprindo todas elas com a premissa de contribuírem ativamente para a construção de um mundo melhor”.

Os promotores da “DeclareAção” explicam a operacionalização do processo de seleção dos jovens em três fases: “na primeira, será levada a cabo uma pesquisa de metodologia quantitativa e qualitativa, com validação etnográfica, para identificação dos perfis de jovens líderes com voz ativa nas suas comunidades. Identificados esses jovens, com idades compreendidas entre os 16 e os 30 anos, serão selecionados cerca de 30, oriundos de diferentes distritos do país, de diferentes géneros, nacionalidades, classes sociais e nível de formação. Numa terceira etapa, o coletivo de jovens então formado será desafiado num Workshop com metodologia Torke CC (comprovada em mais de 300 workshops, em 14 países diferentes), onde de forma colaborativa trabalharão o desenvolvimento das ‘atitudes’ com base nas ODS”.

A seleção dos jovens, assim como o workshop, decorrerá já no próximo mês de fevereiro, sendo estando a divulgação das 17 atitudes agendada para o início de março.

O movimento nacional de consciencialização por um mundo melhor é lançado por 15 entidades, das quais fazem parte a Better World (promotora do Rock in Rio), Câmara Municipal de Loulé (organizadora do Festival MED), Câmara Municipal de Sines (do FMM Sines), Everything is New (promotora do NOS Alive), Live Experiences (responsável pelo EDPCOOLJAZZ e ID NO LIMITS), MOT (organizadora do RFM SOMNII), Música no Coração (promotora dos festivais Galp Beach Party, Super Bock Super Rock, Super Bock em Stock, MEO Sudoeste, Sumol Summer Fest), PEV (promotora do MEO Mares Vivas), Pic Nic (promotora do NOS Primavera Sound), Ritmos (promotora do Vodafone Paredes de Coura), Sons em Trânsito e Câmara Municipal de Faro (organizadores do Festival F), Surprise & Expectation (EDP Vilar de Mouros), APEFE e APORFEST, desafiando agora empresas e entidades públicas e privadas, de todos os setores, a juntarem-se à causa.