ESCRITORA MARIA JOSÉ AREAL ESTEVE NA CASA DO ORFEÃO A CONVITE DO LIONS CLUBE DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

0
76

Na tarde do passado dia 1 de Fevereiro a Casa do Orfeão acolheu mais uma Tertúlia Literária organizada pelo Lions Clube de Vila Praia de Âncora.

Desta vez a convidada foi a escritora Maria José Carvalho Areal de Vila Nova de Cerveira para uma conversa à roda do seu Livro “Barras da Minha Saia”, que foi ser apresentado por Alzira Castro Fonseca.

Alberto Magalhães, Presidente do Lions Clube de Vila Praia de Âncora, fez a saudação inicial, após o momento protocolar, tendo referido que “um dos objetivos do Lions Clube de Vila Praia de Âncora é promover livre e ampla discussão de assuntos de interesse cultural, interessar-se ativamente pelo bem estar público, cultural e social da Comunidade e fomentar um espírito de compreensão entre as pessoas”.  Adiantou ainda, na altura, que na prossecução destes objetivos, esta tertúlia literária “contribui para o nosso enriquecimento pessoal e coletivo”.

De seguida a assistência foi convida a visualizar uma projeção sobre a vida e obra de Maria José Areal.

A apresentar a Autora esteve Maria Isabel Lima Martins que destacou o seu talento para a escrita e a sua enorme capacidade de produção literária, que tem já um longo trabalho publicado que começou em 1999 com o livro de poesia “Pedaços de mim”.

A apresentação da obra esteve a cargo de Alzira Castro Fonseca que elogiou este “diário” que revela uma visão muito perspicaz do quotidiano com uma marca muito pessoal e muito emocional das vivências de Maria José Areal.

Seguiu-se um período de leitura de alguns “diários” que ajudaram a assistência, que enchia o salão, a  ter um conhecimento mais aprofundado da obra.

Essas leituras foram iniciadas pela escritora Maria da Luz Colaço, seguindo-se Fátima Presa, Alberto Magalhães, José Alves, Fátima Fernandes, Maria Elvira Presa, Rosa Virgínia Magalhães, Lidia Dantas, Filomena Garrido, Manuel Amial, Isabel Pereira, Elisabete Eira e Maria Isabel Lima.

A Autora Maria José Areal na sua intervenção mostrou-se muito sensibilizada pelo novo convite dos Lions e pela forma carinhosa como sempre é recebida e divagou sobre  essência do seu livro, sobre a sua capacidade para  a  escrita e a necessidade nata que sente em comunicar as suas emoções de mulher sentimental, desassossegada e comprometida com a vida.

Seguiu-se um período de debate aberto ao público que serviu para a Autora aprofundar a forma como recolhe e preserva as suas memórias e o tempo que dedica à elaboração do seu processo de escrita.

Alberto Magalhães encerrou mais esta Tertúlia Literária do Lions Clube de Vila Praia de Âncora, motrando-se muito satisfeito com o excelente momento cultural ali vivido, prometendo em breve “novas tertúlias e novos temas em debate” e entregando diplomas de reconhecimento aos intervenientes e ao Orfeão de Vila Praia de Âncora pela cedência do espaço.

Seguiu-se, como já vendo tradição, um momento de convívio entre os participantes no bar do Orfeão.