Ligação direta entre Caminha e A3 é uma grande notícia para o concelho e para a região

A obra em questão deverá ser projetada, lançada e executada até 2030
0
248

Na presença do Primeiro-Ministro, António Costa e do Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, foi anunciado no dia 22 de outubro, em Lisboa, o Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030) que contempla várias obras com impacto no território a realizar até ao final desta década.

Entre elas, está a ligação rodoviária entre Caminha (A28) e a A3 que permitirá superar um forte constrangimento de ligação do concelho de Caminha ao interior do distrito de Viana do Castelo, nomeadamente a Paredes de Coura, e a ligação contínua de Espanha até Caminha sempre por autoestrada. A obra em questão deverá ser projetada, lançada e executada até 2030 e tem um custo estimado de 65 milhões de euros.

Para Miguel Alves, “o anúncio desta ligação direta a Espanha é uma notícia excelente que vem ao encontro daquilo que o concelho de Caminha vinha reclamando nas reuniões que manteve com o Governo. Havendo já uma boa ligação para o sul com Porto, Viana do Castelo e Ponte de Lima, consideramos sempre muito importante termos uma ligação mais rápida ao interior do distrito, na zona de Paredes de Coura e, essencialmente, uma ligação contínua, sempre em autoestrada, até Espanha.

A N13 é um suplício para quem vai e vem de Espanha a partir de Vigo e Valença e precisávamos de ter uma via nova que permita que esse acesso se desenvolva com rapidez e segurança. Essa via está prevista existir até ao ano de 2030 e essa é uma excelente notícia para todo o concelho de Caminha”. Este investimento está inserido no Programa de Construção de “Missing Links” que visa colmatar lacunas existentes na rede rodoviária nacional.

O PNI 2020 contempla várias obras que terão impacto no Alto Minho, desde a construção da linha ferroviária de alta velocidade entre Porto-Valença-Vigo com ligação ao aeroporto Sá Carneiro, passando pela 2ª fase de construção do acesso rodoviário da zona industrial do Vale do Neiva ao Nó da A28 e a construção de nova travessia do Rio Lima entre EN203/Deocriste e EN202/Nogueira que irá garantir o acesso mais direto ao nó da A27 de Nogueira dos veículos com origem ou destino na Unidade Fabril da DS Smith/ex-Portucel, em Deocriste.