Miguel Alves apresenta orçamento de 25 milhões de euros para enfrentar crise pandémica e económica

Plano e Orçamento para 2021 representa maior investimento em infraestruturas dos últimos 10 anos
0
144

O Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, vai apresentar em Reunião de Câmara agendada para o próximo dia 2 de dezembro, um Plano e Orçamento superior a 25 milhões de euros para 2021. Da proposta que o autarca subscreve, destacam-se as medidas de apoio à economia, famílias e instituições sem fins lucrativos e o forte investimento que se propõe para o próximo ano, num montante superior a 10 milhões de euros.

 De acordo com a proposta que foi distribuída por todos os vereadores, a Câmara de Caminha prevê isentar o comércio e a restauração do pagamento de taxas de ocupação de espaço público e publicidade e um substantivo reforço no apoio social. De facto, prevê-se que em 2021 o financiamento às instituições sem fins lucrativos cresça 43,4% e que o apoio às famílias do concelho de Caminha cresça 210,5%, num esforço enorme para combater os efeitos da pandemia.

A outra nota dominante é a previsão de investimento de cerca de 10 milhões de euros, o que corresponde ao maior valor de investimento dos últimos 10 anos, alicerçado em obras tão relevantes como a nova Escola Básica e Secundária Sidónio Pais, a nova Escola Básica do Vale do Âncora, a sede da Academia de Música Fernandes Fão, o novo Mercado Municipal de Caminha, as empreitadas de saneamento em Venade, Azevedo, Moledo e Âncora e a construção da ecovia da frente ribeirinha de Caminha.

As linhas gerais da proposta de orçamento foram apresentadas à oposição municipal há cerca de um mês não tendo o executivo camarário recebido qualquer contributo.