Mil pinheiros-silvestres do Parque Nacional da Peneda-Gerês plantados no Parque Natural Baixa Limia-Serra do Xurés

0
469

O Parque Natural Baixa Limia-Serra do Xurés será, no próximo dia 3 de abril, palco de uma ação de plantação de 1000 exemplares de pinheiros-silvestres (Pinus sylvestris) provenientes do Parque Nacional da Peneda- Gerês (PNPG), enquadrada no sólido processo de cooperação transfronteiriça, que muito tem contribuído para a valorização conjunta e integrada do património natural e cultural desta região.
Esta ação decorre em Chan da Vella de Abaixo e reunirá, no local, as entidades com responsabilidade na gestão destas Áreas Protegidas, contando ainda com o apoio operacional da Brigada do Parque Natural Baixa Limia-Serra do Xurés e do Corpo Nacional de Agentes Florestais do Parque Nacional da Peneda-Gerês.
Unidos desde 1997 pelo Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés e desde em 2009, sob a chancela UNESCO, pela Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés, este território partilha características naturais e culturais de valor excecional, bem como espécies de fauna e flora de elevado interesse para a conservação da natureza e biodiversidade.
Esta iniciativa conjunta visa a preservação do pinheiro-silvestre a partir dos núcleos autóctones desta espécie que subsistem no Parque Nacional da Peneda-Gerês, na Biduiça e na Ribeira das Negras.
A plasticidade e capacidade de adaptação desta espécie ao longo do tempo tem suscitado o interesse da comunidade científica, tendo os estudos genéticos realizados no âmbito do projeto de investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia comprovado a importância biogeográfica e biogenética destas populações.
O carácter excecional e a vulnerabilidade desta espécie levou o ICNF, enquanto entidade responsável pela gestão do PNPG, autoridade florestal nacional e autoridade nacional para a conservação da natureza e da biodiversidade, a encetar uma estratégia de conservação que tem passado por ações in situ focadas na preservação e aumento da resiliência destas populações noslocais de origem; e ex situ, no sentido de garantir a conservação desta diversidade genética através da constituição de banco seminal e produção de plantas em viveiro para posterior florestação de novas áreas.

É neste contexto que o Parque Nacional da Peneda-Gerês irá colaborar com o Parque Natural Baixa Limia- Serra do Xurés, fornecendo um total de 1000 exemplares de pinheiros-silvestres provenientes dos seus bosques e participando ativamente na sua plantação.
Esta ação configura um contributo determinante para a conservação desta espécie, não só pela salvaguarda dos núcleos existentes, como também enquanto alternativa para a florestação de outras áreas, projetando a mais-valia destes povoamentos num quadro integrado de conservação da natureza e biodiversidade e de prevenção e mitigação dos efeitos das alterações climáticas.