Monção: município apetrecha bibliotecas escolares com novas publicações

“não há nada mais apaixonante que o amor por um livro”
0
41

As bibliotecas escolares são essenciais na formação de leitores e na capacitação criativa das crianças. Desde cedo, tomam contacto com o mundo dos livros, aprendendo a cuidar deles, com carinho, e embarcando numa aventura entusiasmante, repleta de curiosidade e conhecimento.

Há quem diga que “não há nada mais apaixonante que o amor por um livro” ou que “na leitura sobressaem sensações fantásticas que alegram qualquer dia sombrio”. Frases verdadeiras. Que começam a fazer sentido nas bibliotecas escolares, com o folhear das primeiras páginas ilustradas.

Consciente do papel incentivador, criativo e, até, igualitário, desempenhado pelas bibliotecas escolares na promoção da leitura junto dos mais novos, a autarquia monçanense procede, em cada ano letivo, ao apetrechamento daqueles espaços pedagógicos com novos livros.

Este ano não é exceção. As quatro bibliotecas escolares (Monção, Tangil, Mazedo e Pias) viram reforçado o seu espólio literário com a oferta de várias publicações infanto-juvenis, recomendadas no Plano Nacional de Leitura, da autoria de conhecidos escritores portugueses. 

Com esta iniciativa, pretende-se alargar o número de publicações ao dispor dos alunos, através da inclusão de publicações lançadas nos últimos tempos, facilitando, ainda, um contacto com a escrita de autores consagrados e recentes da literatura nacional.