Nova Campanha Solidária no Alto Minho de recolha de bens essenciais para a Ucrânia

0
195

A Câmara Municipal de Caminha em colaboração com todas as Juntas de Freguesia do Concelho, com a CIM Alto Minho, o Banco Alimentar de Viana do Castelo e o CDOS (Comando Distrital de Operações e Socorro) de Viana do Castelo, está a promover entre 1 e 30 de junho, uma nova campanha intermunicipal de recolha de bens essenciais para envio para a Ucrânia.

A ajuda humanitária ao povo ucraniano “continua a ser urgente”, segundo informação do Consulado da Ucrânia no Porto, pelo que manter-se-á a mesma listagem de bens utilizada aquando da primeira campanha de solidariedade, que decorreu entre 9 e 31 de março, e que permitiu recolher mais de 19 toneladas de ajuda humanitária, tendo esta CIM recebido informação sobre a entrega desses bens essenciais no passado dia 4 de maio após articulação com a Associação Cristo Rei. Assim, nesta segunda campanha, dá-se preferência a bens alimentares (não perecíveis), a medicamentos (sugere-se de venda livre) e a artigos de higiene e de saúde.

Os donativos podem ser entregues nos seguintes locais:

Caminha:

Edifício da Junta de Freguesia de Caminha em Vilarelho
2ª a 6ª feira das 14:30h às 18:00h

Vila Praia de Âncora:

Edifício da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora
2ª a 6ª feira das 09:00h às 12:00h das 14:00h às 16:00h

Ou em qualquer uma das juntas de freguesias (sujeito ao horário de atendimento).

Refira-se que esta campanha de solidariedade compreende igualmente outras ações que estão a ser dinamizadas em articulação com outras entidades sub-regionais do Alto Minho (Unidade Local de Saúde do Alto Minho – ULSAM, Delegação do SEF de Viana do Castelo, Centro Distrital de Segurança Social, IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional de Viana do Castelo, IPVC – Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Delegação de Viana do Castelo da Cruz Vermelha Portuguesa) para uma resposta concertada entre todos ao nível do acolhimento, integração, alojamento e cuidados de saúde a cidadãos ucranianos.

De acordo com informação do SEF de Viana do Castelo, o Alto Minho já acolheu um total de 434 cidadãos ucranianos, nomeadamente 90 em Caminha 15 em Arcos de Valdevez, 17 em Melgaço, 31 em Monção, 1 em Paredes de Coura, 12 em Ponte da Barca, 78 em Ponte de Lima, 27 em Valença, 146 em Viana do Castelo e 17 em Vila Nova de Cerveira”.