O regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses – INQUÉRITO

0
32

Apresentação

Estimado(a)s,
O meu nome é Inês Vidigal e sou estudante de doutoramento de Sociologia no Iscte e assistente de investigação no Observatório da Emigração.

No âmbito do meu projeto de investigação de doutoramento estou a desenvolver uma pesquisa para explicar a sobrerrepresentação dos jovens adultos portugueses (20 a 34 anos) entre os emigrantes que regressam a Portugal.
Pretende-se identificar que fatores explicam o regresso de tantos emigrantes portugueses desta faixa etária, analisando a relação entre emigração, integração e retorno e a efetivação do retorno, estudando todo o percurso migratório.

Se tiver nascido em Portugal e emigrado para fora do país – por um período superior a 3 meses – e tiver regressado após 2000, quando tinha entre 20 e 34 anos (mesmo que já não tenha essa idade atualmente), agradeço a sua participação.
Sintam-se livres para responder e partilhar o presente questionário. Quanto mais abrangente for a participação, mais útil, informado e esclarecedor será o resultado do estudo.

Por isso, agradeço a vossa cooperação ao preencher o inquérito o mais detalhadamente possível e, de seguida, copiar o endereço e partilhar com os demais contactos, grupos e redes sociais.
Todas as respostas são anónimas e serão utilizadas apenas para fins académicos.

Para esclarecimentos adicionais, o e-mail de contacto é: ines.vidigal@iscte-iul.pt

Muito obrigado e cordiais saudações,
Inês Vidigal

IMPORTANTE: O questionário tem 50 perguntas e leva, em média, 20 a 30 minutos para preencher na totalidade. Caso comece e não tenha tempo de terminar, deixe a página onde está a preencher aberta e termine mais tarde.

Para participar clique nesta página:

https://pt.surveymonkey.com/r/6LCKLHT