“RICARDO JORGE: MÉDICO E ESCRITOR” EM DESTAQUE NO PRÓXIMO UMA CONVERSA, UM LIVRO E ÀS VEZES UM FILME

25 de janeiro, pelas 15H00, na Biblioteca Municipal de Caminha
0
65

“Ricardo Jorge: médico e escritor” é o destaque do próximo “Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme”. Esta sessão será moderada por Henrique Barros, e terá lugar no dia 25 de janeiro, pelas 15H00, na Biblioteca Municipal de Caminha. A conversa será seguida pelo filme “Zero en Conduit”, de Jean Vigo, no Auditório do Museu Municipal de Caminha, pelas 17H00.

Ricardo de Almeida Jorge foi um médico, investigador e higienista, professor de Medicina e introdutor em Portugal das modernas técnicas e conceitos de saúde pública, que exerceu diversos cargos na administração da saúde, conseguindo uma importante influência política. Foi um ilustre professor, a figura maior da Medicina Social em Portugal e um grande humanista.

Quanto ao moderador desta sessão, Henrique Barros, nasceu em 1957 no Porto. Licenciou-se em Medicina em 1981 pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP). Em 1991 adquiriu o título de assistente hospitalar de Gastrenterologia e doutorou-se com uma investigação epidemiológica sobre hepatites víricas. Atualmente, é Professor Catedrático de Epidemiologia na Faculdade de Medicina, presidente do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, presidente da Associação Internacional de Epidemiologia e Presidente do Conselho Nacional de Saúde. Coordena ainda a Unidade de Investigação em Epidemiologia. É o responsável pelo desenho e implementação das três coortes de base populacional portuguesa, em curso, que seguem adultos (EPiPorto), adolescentes (EPITeen) e recém-nascidos (Geração21). É também o atual diretor do programa doutoral em Saúde Pública Global.

Esta iniciativa é organizada pelos Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha e pela Câmara Municipal de Caminha.

É de referir que os Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha (RBC) tornam-se leitores inscritos nas bibliotecas do concelho de Caminha. O estatuto de Amigo da RBC é formalizado através do preenchimento de um formulário, (com os dados biográficos essenciais e contactos) e da oferta de um livro que reverterá para a coleção da Biblioteca Municipal. A participação no grupo de Amigos da RBC é voluntária, exclui qualquer compensação e cessará no momento em que o Amigo assim o desejar. Através da sua ação, os Amigos RBC pretendem contribuir, de modo particular, para o desenvolvimento das competências e serviços das mesmas e, genericamente, para o progresso cultural da comunidade que estas servem.