Rio Minho navegável quer continuar como produto turístico referência

Município de Valença
0
130

O projeto Rio Minho Navegável encerrou a temporada turística da Rota Fluvial do Rio Minho com 5400 turistas que participaram em 350 passeios curtos e 100 passeios largos.

O ato de encerramento do projeto decorreu em 29 de novembro, em Tui com a presença dos parceiros Eurocidade Tui Valença, Eurocidade Monção Salvaterra, Turismo Porto Norte de Portugal, Axencia de Turismo de Galicia e Dirección Xeral do Patrimonio Natural da Xunta de Galicia.
A vice-presidente da Câmara Municipal de Valença, Ana Paula Xavier, esteve presente e referiu que “cabe agora ao meio empresarial saber potenciar todo o trabalho desenvolvido pelas entidades públicas no estudo, formatação e implementação do produto turístico Rio Minho Navegável que todos consideraram viável e de sucesso.”
Para a diretora de Turismo da Xunta, Nava Castro, “estávamos de costas viradas para o rio. Cabe agora aos empresários levar o projeto em frente”.

Para o Alcalde de Tui, Enrique Cabaleiro “Os usuários consideraram muito positivo este projeto que promove a marca turística Rio Minho pelo que queremos que continue”.
Belém do Campo, da Conselleria de Meio Ambiente da Xunta, considera que “Este produto turístico desenvolve-se numa das áreas com maior biodiversidade da Europa com mais de 400 espécies botânicas”.

Intervieram, ainda, os representantes da Câmara de Monção, Concello de Salvaterra, Turismo do Porto e Norte de Portugal e responsáveis técnicos do POCTEP.
Além de proporcionar passeios fluviais relaxantes, a Rota Fluvial do Rio Minho, deu a conhecer o património natural, cultural e etnográfico das duas Eurocidades (Valença – Tui e Salvaterra de Miño – Monção) que integram este projeto, posicionando o rio Minho como um destino turístico único e diferenciador.

O projeto “Rio Minho: Um Destino Navegável” foi apoiado pelo Programa INTERREG V–A España – Portugal (POCTEP) 2014-2020.