“UM LIVRO, UMA CONVERSA E ÀS VEZES UM FILME” JUNTA EM CAMINHA NUNO BRANDÃO COSTA E SÉRGIO FERNÁNDEZ

Vai apresentar o livro “São João de Deus”, de Nuno Brandão Costa, apresentado por Sérgio Fernández.
0
119

“Um livro, uma conversa e às vezes um filme” vai apresentar o livro “São João de Deus”, de Nuno Brandão Costa, apresentado por Sérgio Fernández. A sessão vai decorrer no dia 20 de setembro, pelas 18H30, na Biblioteca Municipal de Caminha.

Esta edição de “Um livro, uma conversa e às vezes um filme” junta em Caminha Nuno Brandão Costa (autor do projeto da Biblioteca Municipal de Caminha) e Sérgio Fernández. 

Este livro de Nuno Brandão Costa e André Cepeda apresenta São João de Deus em transformação. É um livro de um arquiteto e de um fotógrafo. Um arquiteto que apresenta um projeto e obra que intervém no construído com a expetativa de repor um sentido que o tempo desvaneceu, e um fotógrafo que revela a continuidade do tempo, a natureza do lugar, a violência das transformações que ocorreram, ocorrem e vão continuar a ocorrer. É a cumplicidade entre o fotógrafo e o arquiteto que conduz a construção deste olhar singular. Além das anotações sintéticas do arquiteto e do fotógrafo, o livro contém textos de Pedro Levi Bismarck e Sérgio Mah, dois autores capazes de expandir o olhar crítico do livro para os respetivos campos disciplinares.

Na sinopse do livro pode ler-se: “São João de Deus é um lugar que parece ter nascido sob o signo da violência. Com a construção do Bairro de Rebordões, entre 1941 e 1944, este lugar marginal da cidade do Porto foi palco das mais profundas oscilações das políticas públicas de habitação, e da instabilidade da vida pública e privada de quem ali habitou. Apesar disso, São João de Deus nunca perdeu a sua luz mágica. No momento da edição deste livro está a concluir-se uma obra de renovação e ampliação das casas cujo projeto de arquitetura, de Nuno Brandão Costa, procura trazer nova esperança ao lugar. Ao longo de vários anos, o fotógrafo André Cepeda acompanhou a vida de São João de Deus, numa relação de proximidade entre o olhar, o espaço, a sua natureza e as suas vivências. Através da imagem, este livro procura conjugar os vários tempos do lugar, e mostrar a obra e a construção da arquitetura como parte de um tempo e de uma história. Os textos de Pedro Levi Bismarck e Sérgio Mah percorrem as páginas das políticas da habitação e da cultura da imagem para consolidar, no livro desenhado por Pedro Nora, a síntese de um lugar, um breve lapso no tempo da construção das formas da arquitetura e dos modos de vida em São João de Deus”.


Esta iniciativa é organizada pelos Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha e pela Câmara Municipal de Caminha.


É de referir que os Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha (RBC) tornam-se leitores inscritos nas bibliotecas do concelho de Caminha. O estatuto de Amigo da RBC é formalizado através do preenchimento de um formulário, (com os dados biográficos essenciais e contactos) e da oferta de um livro que reverterá para a coleção da Biblioteca Municipal. A participação no grupo de Amigos da RBC é voluntária, exclui qualquer compensação e cessará no momento em que o Amigo assim o desejar. Através da sua ação, os Amigos RBC pretendem contribuir, de modo particular, para o desenvolvimento das competências e serviços das mesmas e, genericamente, para o progresso cultural da comunidade que estas servem. 

Mais notícias