Viana do Castelo – Hospital de Retaguarda com 121 camas já está operacional no Centro Cultural de Viana do Castelo

0
158

Já está disponível o Hospital de Retaguarda que foi montado no Centro Cultural de Viana do Castelo, após vistoria onde marcaram presença o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, o Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) e Filomena Araújo, Presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Viana do Castelo (UDIPSS – Viana do Castelo).

Ao todo, o Hospital de Retaguarda conta com 121 camas, mas poderá ir até às 200, com alas feminina e masculina. Neste momento, o espaço dispõe de cem camas e enfermaria, 21 quartos individuais, sala de tratamentos, sala de convívio e refeições, unidade de gabinete médico, balneários masculinos e femininos, unidade de armazenamento de equipamento para sujos e limpos, dois acessos diferenciados de entradas e saídas e oitenta cacifos individuais.

O layout do hospital de retaguarda foi projetado de acordo com orientações da ULSAM e das autoridades de saúde pública.

Recorde-se que o Serviço Municipal de Proteção Civil de Viana do Castelo, em articulação com o CODIS – Comandante Operacional Distrital da Proteção Civil e o Presidente do Conselho de Administração ULSAM prepararam diversas ações e medidas de proteção para fazer face à pandemia do Covid-19. Assim, a Câmara Municipal vai continuar a salvaguardar o bem-estar e saúde de todos os vianenses, mediante um conjunto de medidas, de onde se destacam, para além da instalação da Reserva Estratégica Hospitalar:

– Disponibilização de testes de Covid-19 nos lares residenciais de idosos, desde que cumpram as prescrições médicas;

– Criação de lugares de confinamento para quarentena profilática nos Centros Náuticos Municipais e Sedes dos Grupos Folclóricos do concelho, para cidadãos idosos com autonomia. 7 Espaços com capacidade para 190 pessoas;

Fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual a quem trabalha nas IPSS’s, distribuindo kits com luvas e máscaras de proteção, uma medida que se estende a todas as instituições de solidariedade do concelho.