VII Congresso Federativo da Juventude Socialista Alto Minho

0
939

Decorreu no passado Domingo, dia 06.03.2022, em Ponte da Barca, o VII Congresso Federativo da Juventude Socialista Alto Minho onde se deu o encerrar de um ciclo de liderança encabeçado pela camarada Margarida Vasconcelos e se abriu um novo capítulo, na curta mas profícua História da JS Alto Minho, com a eleição dos novos órgãos liderados pela camarada Cláudia Moreira. O congresso contou com a presença do Secretário Geral da Juventude Socialista, Miguel Costa Matos, que fez a abertura do mesmo, com a presença de autarcas e ex-autarcas do distrito, de candidatos a deputados pelo Partido Socialista e ainda do Presidente da Federação do Partido Socialista e Presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, que encerrou os trabalhos.

De entre vários assuntos e temas debatidos ao longo do dia como são exemplo “O Futuro da Natalidade em Portugal”, “Revitalizar a Democracia”, “As Perspetivas de Carreira Proporcionais à Formação”, “Solidariedade Sem Fronteiras”, entre muitos outros temas abordados, o climax do Congresso foi o emotivo discursivo expressado pela Presidente cessante que levou toda a plateia  a erguer-se dos seus assentos e aplaudir em uníssono, num gesto de reconhecimento, justiça e agradecimento, pelo trabalho realizado ao longo do mandato e pela dedicação e competência  colocada ao serviço da estrutura e causa pública pela equipa liderada pela Margarida Vasconcelos.

A nova Presidente da Federação, Cláudia Moreira, garantiu que a nova estrutura eleita e por si liderada prosseguirá o trabalho realizado na afirmação da Juventude Socialista no território como uma voz política a ter em conta nas decisões a serem tomadas nos diversos concelhos e na construção da sociedade em geral. Frisou a necessidade de um estreitar de relações com os nossos “vizinhos” na Galiza e afirmou, de forma assertiva, que a JS será sempre o garante e nunca abdicará dos princípios e valores do socialismo democrático que devem ser transversais a todas as ações politicas.

O Presidente da Concelhia de Caminha, António Mendonça, foi eleito representante da JS na Comissão Política Federativa do PS, e no fim do Congresso assegurou “é com enorme satisfação que assistimos hoje, em Ponte da Barca, a mais um momento de vitalidade e afirmação dos jovens do Alto Minho e da Juventude Socialista. realçando ainda que  “este congresso teve também outra componente fundamental e que muito orgulhoso me deixa que foi o facto de, ao longo de todo o dia, ter existido uma reafirmação e garante de que os princípios e valores estabelecidas aquando da nossa fundação jamais serão esquecidos e devem ser transversais a toda a nossa ação. Esta é a única forma de combate eficaz a certas ideologias que hoje reaparecem na sociedade. Não devemos ter medo do debate ideológico, pelo contrário, devemos ser nós a promove-lo, marcando assim a diferença entre aquilo que nos orgulha e distingue de tudo e todos os que querem destruir as conquistas conseguidas ao longo das últimas décadas e a Democracia”.