VISITA DE ESTUDO À ESCOLA DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO MINHO

Agrupamento de Escolas do Concelho de Caminha
0
218

No passado dia 10 de fevereiro, os alunos do 11º e 12º anos do Curso de Ciências e Tecnologias do Agrupamento de Escolas, tanto da Escola Básica de Secundária do Vale do Âncora, em Vila Praia de Âncora, como da escola sede do agrupamento, em Caminha, participaram numa visita de estudo à Escola de Ciências da Universidade do Minho, em Braga.

Sob a alçada da ação pedagógica do Grupo Disciplinar de Física e Química, esta visita respondeu à necessidade de melhor apoiar as decisões formativas dos alunos, dando-lhes a conhecer as realidades do sistema de ensino superior, as suas valências, as suas disponibilidades e capacidades, o seu desempenho, o seu apoio e as perspetivas de futuro que as mesmas assumem.

A escolha da Escola de Ciências associou-se ao percurso escolar destes alunos, cuja preparação poderá levá-los a um dos cursos aí ministrados.

Num dia pleno de atividades, os alunos conheceram o espaço físico do pólo universitário de Gualtar (Braga), observando as suas dinâmicas, e tiveram a oportunidade de testemunhar parte da vida académica vivida na Escola de Ciências de Universidade do Minho.

Com sessões preparadas para os acolher, foram os laboratórios a servirem de anfitriões logo pela manhã. No laboratório de eletromagnetismo, os alunos experimentaram e visualizaram réplicas de experiências que ditaram a unificação da eletricidade e do magnetismo, testemunhando a indução eletromagnética, identificando os processos pedagógicos seguidos nas salas de aula capazes de os fazer reconhecer conceitos e aplicações. No laboratório de filmes finos foi-lhes dado a conhecer uma técnica de revestimento com materiais nobres, no caso, o ouro. Já no campo da Investigação e Desenvolvimento, os alunos conheceram dois projetos em curso, um voltado para o aproveitamento de composto (produto da compostagem de resíduos orgânicos) na remoção de metais pesados e outro no desenvolvimento de materiais substitutos das pilhas de lítio, utilizando produtos naturais, como a seda.

Não se esqueceu a apresentação da escola, da sua oferta formativa, da sua interligação às demais escolas da Universidade e seus departamentos, bem como à estrutura curricular que determina a existências de ciclos de estudos e que possibilita decisões distintas no final do 1º ciclo e do 2º ciclo da formação superior.

Para a tarde reservou-se o conhecimento, os saberes e as aplicações de fármacos ao longo da história da humanidade. Numa sessão de elevado interesse, os alunos confrontaram realidades populares com evidências científicas, identificando igualmente enganos e controvérsias entre a ciência e a publicidade que hoje domina a decisão, e por vezes o entendimento, de cada um.

Com o acompanhamento pedagógico dos docentes Agostinho Oliveira, Florinda Alves, Joaquim Celestino Ribeiro e Sandra Silva, o Agrupamento de Escolas de todo o concelho de Caminha deu mais um contributo para que os seus alunos consolidem saberes e determinem, com mais conhecimento, as suas opções futuras.

JCR | GabComAESP