Visita de estudo dos alunos de 9º ano realizada à Área Metropolitana de Paris é já uma referência no agrupamento de escolas de todo o concelho de Caminha

0
101

Integrada na ação pedagógica da disciplina de Francês lecionada no terceiro ciclo do ensino básico, a visita de estudo dos alunos de 9º ano realizada à Área Metropolitana de Paris é já uma referência no agrupamento de escolas de todo o concelho de Caminha.

Na edição de 2019, realizada nos passados dias 4, 5, 6 e 7 de abril, participaram 40 alunos, 19, da escola sede do agrupamento, em Caminha, e 21, da Escola Básica e Secundária do Vale do Âncora, em Vila Praia de Âncora, testemunhando a coesão e ação letiva comum no território de influência pedagógica do município de Caminha.

Procurando estimular a prática da língua francesa e o conhecimento da cultura e história de França, obtida previamente em contexto de sala de aula durante três anos letivos, este é um momento considerado de importância maior no confronto das aprendizagens com o ambiente natural.

Para estes alunos foi preparado e acompanhado um programa diversificado, integrando diferentes formas de estar e agir em França, intercalando momentos culturais e recreativos, a par das ações do quotidiano de vida, tal como qualquer residente ou visitante em França.

O Bairro de La Défense, o Museu do Louvre, o passeio em bateaux-mouche, a Disneyland – Paris, o Palácio de Versailles, a Torre Eiffel, a catedral de Notre-Dame, os Champs Elysées, o bairro de Montmartre, a Place de Tertre e o Sacré Coeur, entre tantos outros locais, foram espaços visitados pelos alunos que assim alargaram o conjunto de experiências tidas em ação pedagogicamente acompanhada pelas docentes Emília Roda, Conceição Magalhães e Armandina Alves.

A edição de 2019 desta visita ficou marcada ainda pela deslocação a Pontaul-Combault. Esta localidade dos arredores de Paris está geminada com o município de Caminha desde 1978. Há 35 anos (1984), envolvendo o então Ciclo Preparatório de Vila Praia de Âncora, onde hoje está instalada a Escola Básica e Secundária do Vale do Âncora, decorreu um intercâmbio de alunos que havia de ter continuidade por vários anos. Apesar de já não se realizar, a geminação mantém-se entre estes dois municípios e a forma afável e próxima como alunos e professores portugueses foram recebidos na Câmara Municipal de Pontault-Combault testemunha a amizade que subsiste entre estes dois territórios. O “Comite de Jumelage” Caminha – Pontault-Combault proporcionou uma visita única, dando a conhecer espaços e monumentos como o “Hôtel de Ville” (antigo “château de Combault”), o “Château Candale”, a “pigeonnier de la ferme briarde”, a “Eglise Saint Denis”, a “Lavoir” e a “Vieux Pontault”. Como nota de coincidência registou-se ainda o contacto com alunos de Beilstein (Alemanha), que no momento realizavam um intercâmbio com Pontaul-Combault, dando cumprimento a um outra geminação que une essas duas localidades desde 1984.

Com cansaço acumulado, mas seguramente mais enriquecidos pela experiência proporcionada pelo agrupamento de escolas a todos os seus alunos de 9º ano da opção de Francês, tanto do vale do Âncora como do Coura-Minho, o período de interrupção letiva da Páscoa terá, para estes alunos, mais motivos para recordar a escola e a importância que ela assume nas suas aprendizagens e nos momentos que os estruturam, quer no plano pessoal, quer no social.