Caminha tem 328 pessoas inscritas para o voto em mobilidade no próximo domingo

Votação decorrerá entre às 8h00 e as 19h00 no Edifício Administrativo da Câmara Municipal e terá todas as medidas de segurança
0
278

328 eleitores do concelho de Caminha inscreveram-se até ao dia de ontem para fazer o seu voto em mobilidade, aproveitando a prerrogativa da legislação que permitiu, neste contexto, o voto antecipado a todos os cidadãos recenseados no território nacional e não só àqueles que apresentassem justificação válida junto dos serviços. Desta forma, no próximo domingo, dia 17 de janeiro, entre as 8h00 e as 19h00, os eleitores inscritos poderão exercer o seu voto antecipadamente na mesa de voto que é assegurada pela Câmara Municipal de Caminha, no Edifício Administrativo sito no Largo Calouste Gulbenkian. O local de voto terá condições para permitir o voto e a espera pelo exercício do voto com salvaguarda do distanciamento entre as pessoas e cada espaço estará apetrechado com máscaras descartáveis, embalagens de álcool gel com distribuidor, viseiras e luvas, que poderão ser utilizadas por cada eleitor. A exceção serão as canetas que são da responsabilidade de cada um.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, “o número de inscritos para a votação em mobilidade no próximo domingo é o mais significativo de sempre mas é facilmente explicado pelo contexto pandémico que vivemos e pela abertura que a nova legislação deu à antecipação do voto não justificado. Haverá pessoas que anteciparam o exercício do seu direito cívico por motivos de agenda mas creio que a maioria destas pessoas quererá garantir o voto em segurança, sabendo que evita mais aglomerados no domingo 24, dia das eleições. A Câmara está preparada para garantir o máximo conforto e segurança a estes cidadãos e eu, pessoalmente, fico feliz por perceber que a democracia está viva no concelho e que as pessoas, apesar de tudo, se mobilizam para demonstrar a sua vontade nas urnas. Eu e a minha mulher vamos votar também de forma antecipada, já este domingo, e esperamos que a maior parte dos inscritos o faça” rematou o Presidente da autarquia.

Está ainda em curso até ao próximo dia 17 de janeiro (domingo) o período de inscrições para a votação em mobilidade nos lares ou de pessoas que estão em casa em confinamento obrigatório. As inscrições começaram ontem e há já 18 inscritos que receberão a visita de uma mesa de voto em mobilidade que, nos dias 19 e 20 de janeiro se deslocará à moradia de cada um e aos lares onde for manifestada essa vontade. A autarquia de Caminha enviou uma missiva a cada um dos lares do concelho solicitando que cada um dos seus utentes possa ser informado sobre a prerrogativa legal e ajudado a preencher a inscrição por internet. A motivação da Câmara Municipal, segundo Miguel Alves, “passa por garantir que nenhuma pessoa, de qualquer idade ou condição, deixe de votar por estar numa situação de isolamento imposta por esta maldita pandemia. A democracia e a liberdade devem ser mais fortes que o medo que a doença nos impõe”.