Deputada Silvia Torres questiona sobre ligação do IC28 à fronteira da Madalena

0
141
deputada ponte da barca

No âmbito da audição regimental ao Ministro das Infraestruturas e da Habitação, realizada no Parlamento no passado dia 24 de março a deputada barquense, Sílvia Torres, interpelou o Ministro Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas e da Habitação sobre diversas matérias relativas ao Alto Minho e em particular a Ponte da Barca. A deputada começou por se congratular como Alto Minhota, com o facto de já em abril os comboios elétricos começarem a chegar à fronteira de Valença e de o intercidades ligar a Galiza a Faro, uma vez que as obras de eletrificação da Linha do Minho estão quase concluídas.

Referiu ainda que depois de décadas de desinvestimento na ferrovia é importante saber que há um governo e um Ministro que veem o transporte ferroviário como o transporte do presente e do futuro! Mais ainda, têm a capacidade de perceber a importância do investimento na ferrovia como um grande desafio comum a toda a humanidade, e que se prende com o controlo das alterações climáticas.

Sílvia Torres afirmou que é imperativo reconhecer, que no nosso território sobretudo no Alto Minho interior as estradas, as infraestruturas, as pontes são essenciais para viabilizar e reforçar a dinâmica existente, aumentando a competitividade como forma de alavancar as relações económicas e transfronteiriças e a atratividade dos municípios e da região no seu todo. Deu nota de ter conhecimento pela comunicação social de uma reunião entre autarcas locais desta região e a Senhora Ministra da Coesão Territorial, onde esteve presente o Sr. Secretário de Estado Jorge Delgado, a secretária de Estado da Valorização do Interior e a Conselheira de Infraestruturas e Mobilidade da Junta da Galiza, tendo sido discutidos investimentos transfronteiriços, nomeadamente, algumas pontes que os autarcas desejam que sejam feitas ou melhoradas, além das ligações transfronteiriças.

A deputada Socialista, indagou o ministro das Infraestruturas no sentido de perceber qual o ponto de situação destas matérias, não se abstendo naturalmente de particularizar a necessária e urgente melhoria da estrada que liga o IC 28 à fronteira da Madalena, Ponte da Barca e que faz a ligação com Ourense/Espanha.

Sílvia Torres terminou a sua intervenção, deixando um franco e forte apelo ao Sr. Ministro no sentido de ter sempre presente que o Alto Minho, onde o desenvolvimento acontece muito graças ao empenho e determinação dos seus autarcas, precisa de todo o esforço da tutela para concretizar investimentos absolutamente vitais para a competitividade deste território e consequentemente do país.