Viana do Castelo – Ministro da Economia visita Enercon

Visita teve intuito de conhecer investimento de 20 milhões de euros
0
147

O Ministro da Economia e da Transição Digital visitou ontem a Enercon para conhecer o investimento de 20 milhões de euros que foi feito na ampliação de instalações para produção de pás e componentes para torres eólicas e que vai permitir criar 500 novos empregos em Viana do Castelo, numa visita onde marcaram também presença o Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa e o Vereador do Desenvolvimento Económico, Luís Nobre.

Pedro Siza Vieira visitou a unidade vianense, que já iniciou o recrutamento de mais cinco centenas de funcionários para a produção. A Enercon remodelou uma antiga fábrica de torres eólicas e ampliou o pavilhão de produção de pás, tornando assim a fábrica de Viana do Castelo a principal unidade produtiva do grupo.

Recorde-se que a Enercon tem instalações nos parques empresariais da Praia Norte e de Lanheses, com produção de pás, torres em betão, geradores, mecatrónica, centro de treino, administração, manutenção e serviços, reunindo cerca de 1.500 funcionários. Nos próximos dois anos a empresa deverá ainda investir mais 5 a 7 milhões de euros em equipamentos para a criação de um Hub Criativo que funcione como centro de investigação de novos protótipos de pás.

Antes, o governante inaugurara as instalações da Real Marbre, na Zona Industrial de Neiva – fase 1, que considerou “um edifício icónico de uma empresa inovadora”. A Ventestival, Lda., empresa pertencente ao Grupo Manuel Soares e especializada em revestimento minerais, instalou-se em Viana do Castelo após um investimento de 4 milhões de euros.

A empresa pertencente ao Grupo Manuel Soares (Real Marbre, Ventestival, Stone Dark e Mineral System) conta com sede na freguesia de Darque e é especializada em revestimentos minerais. Fundada e instalada em Paris desde 1995, por um português, é parceira privilegiada das maiores empresas de design de interiores e designers.

Pedro Siza Vieira visitou ainda a fábrica da Aludec – Serilusa, de peças decorativas para o setor automóvel, na 2ª fase do Parque Empresarial de Lanheses, cuja construção está na reta final, criando uma unidade com 10.200 metros quadrados e área de implantação de 8.045 metros quadrados. A nova unidade vai gerar a criação de 54 postos de trabalho e irá trabalhar para fábricas clientes da empresa em todo o mundo, num investimento de 15 milhões de euros.