A minha indignação turística

"...fico furioso, triste, aborrecido com a maneira como as nossas estações televisivas, sobretudo a RTP, tratam as notícias sobre o nosso Turismo..."
0
103

Como colaborador da Imprensa Regional Minhota, fico furioso, triste, aborrecido com a maneira como as nossas estações televisivas, sobretudo a RTP, tratam as notícias sobre o nosso Turismo. Parece que no nosso País existe uma indústria de Turismo apenas na região do Algarve. Ora isso não é verdade. Portugal, agora vai do Minho a Porto Santo, Açores e Madeira e todas elas sofrem do mesmo mal, neste momento, devido à Pandemia e falta de clientes.

Sendo assim seria o mais natural nos Telejornais, sobretudo nas estações estatais, tratarem todas as regiões turísticas como tratam o Algarve. Dois pesos e duas medidas não aceito, porque os meus impostos vão para o “bolo” do Turismo Nacional e não para o Turismo Algarvio.

Ainda agora o Primeiro Ministro acabou de anunciar uma verba de trezentos milhões de euros para o turismo algarvio. E para os outros, senhor PM, que têm as mesmas dificuldades, nem um euro. Desculpe, UNS SÃO FILHOS, OUTROS SÃO ENTEADOS? Não aceito, termino como comecei; a minha indignação turística”.

Antero Sampaio